• Educação

    Informações sobre Cursos de Fotografia

    Nos dias 1º, 2 e 3 de julho, a Desktop, empresa especializada em cursos e eventos, reunirá em Curitiba dois dos mais importantes profissionais de criação e edição fotográfica do Brasil: Alexandre Keese e Getulino Pacheco.

    Alexandre Keese é especialista em tratamento de imagens para publicações e consultor de várias empresas para habilitação de profissionais na área de imagens. Atualmente, ministra cursos e presta assessoria a gráficas, editoras de jornais e revistas, e agências de propaganda no Brasil. No curso da Desktop em Curitiba, Keese irá apresentar dois temas totalmente reformulados e atualizados, baseados em seu mais novo livro: Adobe Photoshop Tratamento & Edição Profissional de Imagens.  No dia primeiro do curso, 1º de julho, o consultor vai falar sobre tratamento e edição de imagens. No segundo dia, Alexandre Keese vai dar dicas e truques imperdíveis de Photoshop.

    A área da fotografia está cada vez crescendo mais e se você deseja poderá realizar um curso de nível superior na área, para ingressar em uma universidade pública ou privada você pode realizar a prova do Enem 2019 e também se inscrever em programas educacionais do Governo para financiamento estudantil.

    Não perca essa oportunidade e realize o Exame Nacional do Ensino Médio na sua próxima edição.

    Já Getulino Pacheco vem ganhando cada vez mais destaque no mercado de criação e edição em virtude da sua habilidade em ilustração digital e sua criatividade no programa de ilustração da Adobe, o Illustrator. Pacheco trabalha na Revista Desktop Publishing e Photoshop Pro na criação de imagens e capas. Mantém uma coluna na Revista Desktop e na Photoshop Pro, para as quais escreve artigos e dicas sobre arte digital. Um dos grandes destaques do curso que será ministrado por Getulino Pacheco, no dia 3 de julho, será a integração Illustrator X Photoshop, que trará informações que pretendem agilizar o dia-a-dia dos profissionais.

    O curso da Desktop é voltado para publicitários, diretores de arte, designers, profissionais gráficos, editores de imagens, fotógrafos digitais ou que trabalhem com imagens digitalizadas, webdesigners, designers de editoras ou jornais que trabalham com ilustrações destinadas à Infografia, embalagens, e a profissionais que utilizem o processo de tratamento, retoque e fusão de imagens em seu dia-a-dia de forma criativa e que queiram aumentar a qualidade e produtividade de seus trabalhos.

    O evento será realizado no Hotel Holiday Inn Express. As inscrições para cada curso custam R$456 e podem ser feitas pelo site www.dtp.com.br/curitiba. O curso tem o patrocínio da Adobe e apoio de empresas e entidades como ABC Design, Abigraf/Sigep, Brainbox Design Estratégico, Coralis, Easycolor, Mako e Starlaser, que oferecem descontos especiais para parceiros e clientes. Mais informações pelos telefones 0 xx (11) 4022-8524 / 4022-8535.

  • Educação

    Um bom curso superior garante o seu futuro e da sua família?

    Acompanhando nossas postagens sobre educação e universidades? Motivado para fazer um bom curso superior e garantir o seu futuro e o de sua família? Quem não quer, certo? E se for com tudo pago, melhor ainda, hein? Você não vai precisar trabalhar para ajudar nas mensalidades, apenas estudar e se dedicar ao máximo. Mas e como fazer isso? Universidades federais? Sim e não, saiba que você pode conseguir bolsas de estudo integrais através do PROUNI, e como fazer isso é o que vamos ver hoje.

    O Prouni é o Programa Universidade para Todos, criado pelo governo federal em 2005 que tem por objetivo conceder bolsas de estudo integrais ou parciais para estudantes de todo o Brasil em todo o território nacional. Até 2013 mais de 1,2 milhão de estudantes começaram a estudar graças ao benefício.

    Bom, mas e quais são os requisitos você deve estar se perguntando, certo? Podem participar os estudantes que ainda não possuam diploma de curso superior e que atendam a pelo menos uma das condições abaixo:

    • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
    • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola;
    • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada;
    • Ser pessoa com deficiência;
    • Ser professor da rede pública de ensino, exercendo o magistério em educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da escola. Neste caso o professor poderá concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura.

    Como dissemos antes, existem 2 tipos de bolsas que são oferecidas aos alunos, as bolsas integrais e as bolsas parciais, onde o aluno deverá arcar com 50% do valor do curso e os demais 50% ficam por conta do governo federal.

    Para concorrer às bolsas integrais o candidato deve ter renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa (vigora neste ano de 2014 o salário mínimo de R$ 724,00, portanto, corresponde até R$ 1.086,00). Para as bolsas parciais de 50%, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa (pelo mesmo valor de referência, até R$ 2.172,00).

    O processo de inscrição é gratuito e efetuado exclusivamente pela internet, por meio da página do Prouni. São realizados dois processos seletivos do Prouni por ano, um no primeiro semestre e outro no segundo semestre, ofertando as vagas remanescentes do primeiro semestre. Para se inscrever às vagas do 2º semestre as situações de renda familiar e condições em que o aluno estudou no ensino médio permanecem as mesmas.

    Além destas condições há uma que pode ser considerada, talvez, a mais importante de todas: A nota do Enem. Todos os candidatos que sonham com uma vaga do Prouni deverão ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio na edição imediatamente anterior e obtido uma média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a zero na redação em uma edição a partir de 2010. Este ano quase 9 milhões de estudantes se inscreveram para prestar as provas do Enem que são divididas em 2 dias. Para saber mais, veja nossa matéria sobre o Enem.

  • Educação

    Como são distribuídas as vagas na educação

    O Sisutec é um sistema de seleção. Sendo assim, o sistema classifica as melhores notas inscritas em determinado curso e em determinada instituição. Por isso, o aluno que obter maior nota no Enem terá mais chances de passar no curso de sua preferência. O Sisutec Cursos realiza a primeira chamada com os alunos que foram selecionados por obterem a maior nota em determinado curso.

    Como muitos passam na segunda opção, ou desistem de realizar o curso técnico gratuito, há a possibilidade de haver mais de uma chamada de selecionados. Se mesmo com as duas chamadas restarem vagas, é aberta uma nova inscrição, chamada de Vagas Remanescentes. Este processo é diferenciado, pois os alunos não precisam ter realizado a prova do Enem e a seleção é feita diretamente.

    A inscrição Encceja deve ser realizada por todos aqueles que desejam concluir o ensino fundamental e médio, a prova do programa é realizada todos os anos e oferece o diploma de conclusão que você precisa, para isso basta atingir a pontuação necessária.

    Para participar do Encceja você deve se inscrever de forma online através do site oficial do programa, mas, é importante seguir todos os requisitos de participação.

    Seleções no Sisutec

    O Sisutec 2019 disponibiliza um sistema eletrônico de seleção, considerando as melhores notas de alunos inscritos nos cursos como critério de seleção. A seleção no Sisutec não é única e pode ser realizada em até três chamadas. Após a primeira chamada, é realizada uma nova chamada, caso sobrem vagas nos cursos (o que geralmente é comum). Concorrem na segunda chamada todos aqueles inscritos que não tiveram aprovação em sua primeira opção de curso, bem como todos aqueles que não foram selecionados na primeira chamada em nenhuma opção de curso. Caso sobrem vagas após terminado o período de inscrição, é aberto o período de inscrição de vagas remanescentes, que podem participar alunos que concluíram o ensino médio e que até mesmo não realizaram a prova do Enem.

    Da mesma forma são realizadas as inscrições do Pronatec, que não levam em consideração as notas do Enem. O Pronatec é um programa de vagas para o ensino técnico semelhante ao Sisutec, mas voltado para alunos que ainda não tenham completado o ensino médio.

    Vagas Remanescentes Sisutec

    As vagas remanescentes Sisutec ocorrem após os dois processos de chamada dos inscritos ter sido realizado. Para as vagas remanescentes são abertas novas inscrições. Para este momento, os alunos que tem interesse em se inscrever podem ou não ter realizado a prova do Enem. O único requisito é ter concluído o ensino médio. As vagas deste momento são as que sobram, por isso não há muitas opções de cursos e instituições. Ao se inscrever nas vagas remanescentes o aluno terá dois dias úteis para ir até a instituição de ensino escolhida e realizar sua matricula. Caso não faça isso, sua inscrição é automaticamente cancelada.

    Datas inscrições Sisutec

    O Sisutec abre suas inscrições no início de cada semestre do ano, geralmente nos meses de março e agosto. Fique atento ao período de inscrições do Sisutec e não perca a oportunidade de realizar um curso técnico.

    Sisutec Cursos 2019

    No ano de 2014 o Sisutec beneficiou mais de 300 mil alunos. Para 2019, os números devem ser ainda maiores. Para 2019, o governo pretende aumentar o número de vagas, bem como o número de áreas de atuação e as instituições parceiras do Sisutec. Fique atento ao processo de inscrição do Sisutec 2019 e não perca a chance de realizar um curso técnico gratuito através do Sisutec.